» Notícias e Dicas

Obesidade, Mal do Século 21

Notícias e Dicas (09/09/13)  
Atualmente, o enfoque que a mídia vem dando cada vez mais é para o alastramento da obesidade e a intensidade que esta patologia vem se agravando na sociedade. Estudos cada vez mais recentes indicam a presença de excesso de peso, em valores acima dos parâmetros saudáveis recomendados (IMC, kg/m² acima de 24,9), implicam em um risco de 82% maior para o desenvolvimento de doenças cardiovasculares.

Tendo em vista que a obesidade é uma doença crônica multifatorial, isto é, distante do conceito interpretado a anos atrás onde aquele que possuía peso excessivo caracterizava-se apenas por comer demasiadamente e ter uma vida excessiva, a obesidade ainda inclui alterações psicológicas, sociais e físicas.Para acrescentar,diversos estudos vem evidenciando cada vez mais a relação existente com doenças cardiovasculares e diabetes, além de alguns tipos de câncer.

Um fator agravante para o risco cardiovascular é caracterizado pela deposição de gordura na região abdominal, chamada de gordura visceral, sendo o local mais perigoso de deposição de gordura. É comum a obesidade estar aliada à hipertensão, distúrbio nas gorduras séricas (colesterol e triglicerídeos elevados), doenças como aterosclerose e ainda fatores psicossocias. Quando estes fatores estão aliados, caracteriza-se então a Síndrome Metabólica, a qual vem tornando-se cada vez mais freqüente em pessoas com excesso de peso.

Dados da Pesquisa de Orçamento Familiar (POF), de 2002-2003, indicam uma prevalência e tendência ao excesso de peso, índices preocupantes que indicam um aumento de peso nas últimas três décadas analisadas. Estatísticas semelhantes são encontradas em diferentes regiões brasileiras e em todas as classes sociais, caracterizando a severidade do problema. Como já citei, porém é importante destacar, na pesquisa realizada identifica-se um elevado consumo de açúcares e gorduras em contrapartida a um baixo consumo de verduras, frutas e fibras. Hoje, as pessoas vem se preocupando mais com o que comer, sempre incluindo algo novo na dieta e esquecendo do que estão deixando de comer, ou seja, os nossos básicos alimentos como as nossas frutas e verduras, ricos em vitaminas e minerais estão sendo cada vez mais esquecidos e as deficiências nutricionais estão alargando ainda mais esses índices de obesos com demais enfermidades severas.

Por fim, essas estimativas só chegam a nos preocupar ainda mais ao destacar que metade das crianças obesas, tornar-se-ão adultos com excesso de peso e, possivelmente, irão desenvolver alguma das doenças associadas ao sobrepeso.

Até quando vamos ver esse perfil da nossa sociedade e ler essas notícias e não vamos mudar nossos hábitos de vida e melhorando nossa alimentação???Pense bem, sua saúde depende de você, FAÇA DA NUTRIÇÃO A BASE PARA SUA VITALIDADE!!! Marque sua consulta e avalie junto a sua nutricionista a adequação do seu estado nutricional e melhore seus hábitos com uma alimentação adequada a seu estilo de vida.Não deixe sua vida somar-se a essas estatísticas aterrorizantes, mude de vida já!



ar2
Webmail Compartilhar no Twitter Compartilhar no Facebook Resultados no Bing Resultados no Google RSS Feeds
                    © 2013, Dra. Caroline Lira Nobrega